sábado, 22 de outubro de 2016

Lux Ferre/Irae/Solveig – RCA Club, 08.07.16 (por Nuno Oliveira)


Mais uma ida ao RCA desta vez para ver uma das poucas passagens dos Lux Ferre pelos palcos do nosso burgo. Sendo uma banda conhecida por não dar assim tantos concertos, sempre que aparece a oportunidade, não a podemos perder. E assim numa noite quente de Julho lá se foi até ao clube Lisboeta para presenciar mais uma devastação por parte do conjunto Português, hoje em dia com grande parte da formação radicada no Algarve, desta vez acompanhados pelos Irae e Solveig! Primeiro facto a constatar nesta excelente noite, foi a boa quantidade de amantes das trevas que saíram de casa para se deslocar ao RCA. Depois de meter a conversa em dia com muita gente conhecida e refrescar a garganta com umas boas cervejas, hora do mais importante, os concertos. Primeira banda a subir ao palco do RCA foram os SOLVEIG banda que até então eu desconhecia mas da qual já tinha ouvido algumas boas coisas. E deixem-me vos dizer já, que foram uma boa surpresa! Praticantes de um Black Metal que vai beber bastante à vertente Nórdica, este quinteto de Almada deu um espectáculo muito bom com especial menção para o baixista (que se ouvia bastante bem) e para o vocalista que apresentou um registo bastante diversificado, intervalando os habituais shrieks ligados a este género musical com alguns growls e até algumas vozes mais limpas, num registo à lá Primordial! Tocaram cerca de meia hora, que se passou bastante bem e mostraram que são um nome a recordar no futuro! Depois desta excelente descarga sonora, não houve grande tempo para descanso pois após um breve intervalo, os IRAE, comandados pelo carisma do seu fundador Vulturius, desta vez acompanhado pelo JD (Göatfukk, Corpus Christii, etc) no baixo e pelo JS (Vae Solis, Alchemist, etc) na bateria, subiram ao palco para difundir o seu ódio pela humanidade! Talvez um dos melhores projectos dentro da cena Black Metal Portuguesa, os Irae nunca desiludem e desta vez não foi diferente. Músicas como ‘A Ira Nasce nas Noites de Sintra’, ‘Prime Evil Black Metal’, ‘Queima as Casas de Deus’ ou ‘Fátima em Ruína’ foram autênticos hinos à destruição, servidos por uma banda que mostrou grande coesão em palco com relevo para o baterista JS que é um portento na bateria!! Quem goste de Black Metal raw e in your face não pode perder a hipótese de os ver quando a mesma se proporcione! Para terminar a noite faltava os cabeça de cartaz, de seu nome LUX FERRE! Sendo uma banda que já acompanhamos há muito tempo, para aí desde os tempos da 1ª demo ‘Wicked Riffs of War’ de 2002, altura em que a banda residia na totalidade na minha terra natal, Vila Franca de Xira, é sempre com altas expectativas que assisto a um ritual deles, e mais umas vez eles não decepcionaram. Quando a banda subiu ao palco a primeira surpresa da noite foi ver o Pestilens de regresso à guitarra (devido a afazeres profissionais ele não se encontra no nosso país)! Depois foi levar com uma bujarda de grandes malhas que nos deixou a todos siderados! Estando a promover o seu mais recente trabalho ‘Excaecatio Lux Veritatis’, lançado o ano passado pela Altare Productions, a banda não se rogou a tocar algumas coisas mais antigas como ‘Pira’ ou ‘Next to Satan’ mas foi com faixas como ‘A Luz Ofuscante Da Verdade’, ‘Caos no Meu Sangue’ ou ‘A Lenta Adaga da Morte’ que os Lux Ferre mostraram a todos os presentes o caminho pelo qual eles agora trilham! Um caminho onde as guitarras de Pestilens e Vilkacius constroem as muralhas sonoras que são percorridas pela voz dilacerante do Devasth, que mais uma vez mostrou ser um monstro em cima do palco! Resumindo: grande noite de Black Metal com 3 bandas cada uma dentro de um registo diferente. Destes podem vir muitos mais!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário